Monday, November 19, 2007

Restauração Da Medula Espinhal Através De Células Tronco

Pesquisadores entendem os primeiros passos em direção a restauração da Medula Espinhal danificada usando células tronco.

Um novo estudo identificou o que pode ser a primeira etapa importante para a regeneração das células nervosas as quais acompanham o ferimento na medula espinhal, usando células tronco próprias.

Este estudo produtivo foi publicado na semana passada pela Proceedings National Academy of Sciences e identifica os elementos chaves na reação do corpo a um ferimento na medula espinhal; informação importante que pode conduzir a novas terapias em direção a restauração de nervos previamente irreversíveis (danificados) na medula espinhal machucada.

Por exemplo, diferente de um machucado na pele, o sistema nervoso adulto é incapaz de reabilitar-se de um ferimento espinhal e muito pouco se sabe o porque .

Isto é contrário ao cérebro em desenvolvimento e aos animais não mamíferos, os quais podem reabilitar-se e regenerar-se depois de ferimentos severos.

Uma pista destes sistemas foi o papel das células tronco e seu potencial de multiplicarem-se e de transformarem-se em tipos diferentes de células.

"Por causa do seu papel regenerativo, é crucial compreender os movimentos das células tronco que acompanham um ferimento no cérebro ou na medula espinhal," disse Dr. Philip Horner, um dos líderes da pesquisa, investigador e neurocientista da Universidade de Washington"Nós sabemos que as células tronco estão presentes dentro da medula espinhal, mas não se sabia porque elas não podiam funcionar e reparar os danos. De maneira surpreendente, nós descobrimos que elas realmente migram para longe da lesão e a pergunta se transformou em porque - que sinal está dizendo para as células tronco se moverem."



Os investigadores então testaram múltiplas proteínas e identificaram netrin-1 como sendo a molécula chave responsável por este padrão de migração das células tronco depois de um ferimento. No sistema nervoso desenvolvido, netrin-1 age como um sinal repulsivo ou atrativo, guiando células nervosas ao seus alvos apropriados. Na medula espinhal adulta, os investigadores encontraram que netrin-1 repele especificamente células troncos para longe do local do ferimento e deste modo impede que elas reabastecam as células nervosas.

" Quando nós bloqueamos a função do netrin-1, as células tronco adultas ficam no local do ferimento" disse o Dr. Tim Kennedy, um dos líderes da pesquisa, investigador e neurocientista no Montreal Neurological Institute da Universidade de McGill. " Esta é a primeira etapa essencial para a compreensão dos eventos moleculares necessários na reabilitação da medula espinhal ferida e fornece-nos os novos alvos para terapias potenciais."

Este estudo foi financiado pela Craig H Nielsen Foundation and National Institutes of Health.

Mais sobre este assunto em :

Montreal neurological Institute and Hospital
http://www.mni.mcgill.ca/media/news/?ItemID=27889

ScienceDaily
http://www.sciencedaily.com/releases/2007/11/071112172133.htm

4 comments:

Natural Naturalmente said...

Ola Ser saudavel, ando já faz uns meses passando por cá, adoro o seu blog, inclusive voce esta postado no "meus link´s saudaveis". Sempre que seja possível trocarmos ideias será optimo, duas cabeças pensam melhor do que uma.
Um grande abraço
Márcia

manoel said...

ola senhor saudavel
sou tec de enfermagem e cuido de um senyhor que tem mielopatia, uma bacteria afetou a coluna ( guilha barre) vc tem alguma informação sobra a cura com clula tronco para esse tyipo de doença aqui no brasil ou fora meu imail e manoel1979_@hotmail.com

Ser Saudável said...
This comment has been removed by the author.
Ser Saudável said...

Olá Sr Manoel,

Enviei mensagem para o seu email com informações positivas. Abraço, Ser Saudável